quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Novo horário Sala Verde Judith Cortesão

A Sala Verde Judith Cortesão está atendendo em novo horário.

Horário: 


Manhã: 8h -12h

Tarde: 13h - 17h



Endereço: Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

                Campus Carreiros - Centro de Convivência.    
                Avenida Itália km 8 s/n - Rio Grande/RS - Brasil.
                Cep 96203-900 

Telefone: (53) 3233-6804

E-mail: sib.salaverde@furg.br


Canal Sala Verde Youtube: 
https://www.youtube.com/user/SalaVerdeFURG

terça-feira, 3 de abril de 2018

Afastamento da coordenadora da Sala Verde da FURG para doutorado

Prezad@s usuári@s

O BLOG DA SALA VERDE DA FURG ESTARÁ TEMPORARIAMENTE SEM ATUALIZAÇÕES, DEVIDO AO AFASTAMENTO DA BIBLIOTECÁRIA COORDENADORA.

Informamos que no ano de 2018 a Bibliotecária Bel. Ma. Cibele Vasconcelos Dziekaniak, Coordenadora da Sala Verde da FURG, estará afastada para o término do doutorado em Educação Ambiental (PPGEA/FURG).

A Sala Verde conta neste momento com a coordenação do bibliotecário Michel Castro.

SOLICITAÇÃO DE FICHA CATALOGRÁFICA

A solicitação da ficha catalográfica deve ser realizada somente depois que o trabalho estiver finalizado, ou seja, após todas as correções feitas.
A partir do  recebimento dos dados, o prazo para entrega da ficha catalográfica é de 48 horas por parte do SiB.
Os dados devem ser enviados para:
E-mail: sib.sap@furg.br
Telefone: (51) 3662-7817
Maiores informações sobre fichas catalográficas: 

Os contatos com a Sala Verde seguem os mesmos:

Endereço: Universidade Federal do Rio Grande (FURG)
                Campus Carreiros - Centro de Convivência (ao lado do 
                banco do Brasil).    
                Avenida Itália km 8 s/n - Rio Grande/RS - Brasil.
                Cep 96203-900 

Telefone: (53) 3233-6804

E-mail: sib.salaverde@furg.br


quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Sala Verde ganha novas instalações

A Sala Verde da FURG conta agora com novas instalações. Está localizada no CC, na antiga sala da PROEXC


Dessa forma, foi possível disponibilizar um espaço exclusivo para o acervo da ambientalista Judith Cortesão e uma sala com mesa de estudos e com computador para os usuários.


A Sala Verde conta neste momento com a coordenação da bibliotecária Alessandra Lemos e com a servidora Fabíola Guerreiro.

Novo horário de atendimento: 8h-12h30 e das 13h30-17h.

Sejam bem-vindos ao nosso novo espaço!






terça-feira, 12 de julho de 2016

Novas instalações Sala Verde Judith Cortesão e novo horário

A Sala Verde Judith Cortesão está se mudando no mês de julho para a Sala ao lado (sala que era da antiga PROEXC no CC). 

Os usuários poderão contar com um espaço para estudo em grupo e utilização de computadores. 

A  nova servidora Fabíola Guerreiro está no atendimento da Sala Verde atualmente. 

Novo horário de atendimento: 8h - 12h30 e das 13h30 - 17h.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Programa Ecoteca Digital - Conheça a biblioteca digital especializada em temas ambientais

O Programa Ecoteca Digital, desenvolvido pelo Instituto Terra Brasilisreúne publicações de diversos autores em 14 temas ambientais. Aberta e gratuita, a primeira etapa de implementação da Ecoteca Digital reuniu principalmente títulos relacionados a unidades de conservação.


Até o momento, o acervo possui cerca de 2.600 publicações de conteúdos diversos, como educação ambiental, ecoturismo, espeleologia, legislação e prevenção e combate a incêndios florestais. Todas as publicações são liberadas para consultas e downloads, gratuitamente e sem necessidade de cadastro.



Afastamento da coordenadora da Sala Verde da FURG para doutorado

Prezados usuários

Informamos que no período de 2015 a 2017 a Bibliotecária Bel. Ma. Cibele Vasconcelos Dziekaniak, Coordenadora da Sala Verde da FURG, estará afastada de suas atividades para cursar o doutorado em Educação Ambiental.

Os contatos com a Sala Verde seguem os mesmos.


Inscrições abertas para o VII EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental

O Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental - EDEA surgiu da iniciativa dos alunos do mestrado e doutorado do Programa de Pós-graduação em Educação Ambiental (PPGEA) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

O VII EDEA ocorrerá de 25 a 27 de novembro de 2015, na cidade do Rio Grande/RS, com a temática: “Os desafios da Educação Ambiental: quem faz, como, para quê e para quem?".


Importante!

O pagamento da inscrição do VII EDEA deve ser feito via depósito bancário no Banco do Brasil, Agência: 0084-1

Conta corrente: 56092-8
Em nome de Silvana Campos Silveira Faria.




Informações importantes:

Valores:
Ouvinte: R$ 25,00
Apresentação de trabalho: R$ 50,00

Observações:
Trabalho completo, de 8 a 12 páginas;
Até 5 autores por trabalho;
Todos os autores devem estar inscritos no evento para submeter trabalho;
Apenas 1 trabalho como autor principal, sem limites para co-autoria;
Apresentação do trabalho em roda de diálogo.
Inscrições via SINSC - http://www.sinsc.furg.br/

Apresentação de trabalho: de 10/08/2015 00:00:00 até 10/10/2015 23:59:59

Ouvintes: de 10/08/2015 00:00:00 até 10/11/2015 23:59:59


Número de vagas: 150 ouvintes e 60 trabalhos.


Eixos temáticos:

Eixo temático 1 - Abrangência de olhares e dispersão de lutas em Educação Ambiental.
Os trabalhos destinados ao eixo 1 são aqueles que discutem o campo da Educação Ambiental na tentativa de aprofundar os pontos de partida que fundamentam as múltiplas acepções que a questão ambiental abarca no cenário contemporâneo. Com isso, este eixo objetiva: assinalar as fortalezas e as fragilidades que a multiplicidade de enfoques corrobora; identificar se as bandeiras de lutas convergem ou divergem; descrever como elas têm sido organizadas.


Eixo temático 2 - Espaços consolidados e políticas de Educação Ambiental.
O objetivo do eixo 2 é mapear a práxis da Educação Ambiental no Brasil e no mundo, seja em espaços institucionalizados ou não. Esse objetivo se desdobra nos seguintes itens: captar os discursos da Educação Ambiental que estão em voga; comparar o discurso com a prática a que se pretende; discutir sobre a questão do contexto escolar, enquanto um espaço político, no que tange ao modo como a escola tem sido tratada e, ao mesmo tempo, trata da Educação Ambiental; abrir a possibilidade de novas frentes a serem debatidas. Outra questão que poderá orientar os trabalhos submetidos ao eixo é a seguinte: quais são os avanços, em termos de políticas públicas, que devem ser discutidos para a manutenção ou não das conquistas da Educação Ambiental?


Eixo temático 3 – Perspectivas e utopias da Educação Ambiental.
As questões que orientam o eixo 3 são as seguintes: para onde apontam os nossos estudos em Educação Ambiental? O que pretendemos com eles? O horizonte utópico continua a ser um farol na jornada da Educação Ambiental? Como este horizonte utópico é construído e constituído? Quais as perspectivas teóricas estão sendo delineadas? Como são tratados, na Educação Ambiental, conceitos, entre outros, como a cultura, a política, a arte, a estética, a ética e a epistemologia, ideologia?
HISTÓRICO DO EVENTO
I EDEA 

A relação entre teoria e prática da pesquisa em EA e a reflexão acerca do papel do educador diante dos acontecimentos ambientais, foram temas da primeira edição do evento, que ocorreu de 15 a 31 de outubro de 2008, reunindo docentes e discentes do PPGEA, o Núcleo de Estudos e Monitoramento Ambiental (NEMA) e representantes do Ministério do Meio Ambiente. O encontro possibilitou a discussão sobre o processo de constituição dos educadores e pesquisadores ambientais, incitando a reflexão sobre a sintonia entre as demandas da crise ambiental e os fundamentos do Programa.

Vídeo I EDEA 



II EDEA

Em 2010 foi realizado o II EDEA com a proposta de repensar resultados teóricos e práticos do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, a fim de aprimorar a qualidade da formação de discentes e docentes. Os resultados do I e II EDEA foram de significativa importância para a continuidade da construção qualitativa do PPGEA, visto que tanto a comunidade docente quanto a coordenação do Programa, posicionaram-se disponíveis para as reestruturações que permitissem a confluência de compreensões e ações com a complexidade demandada pela crise ambiental vigente.



Confira abaixo os trabalhos completos do II EDEA – Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental.


https://centrodeestudosambientais.files.wordpress.com/2008/11/livro-ii-edea-artigo-soler-cea1.pdf

III EDEA




O III EDEA ocorreu de 11 a 14 de maio de 2011, no CIDEC-SUL, do Campus Carreiros da FURG. A temática do evento, "Semeando Ideias, Colhendo Diálogos" foi um convite ao diálogo continuado, que transcenda o espaço universidade para ser colhido no dia-a-dia das relações ambientais. O evento contou com a participação de mais de 400 ouvintes, com apresentações orais de 68 trabalhos e 70 pôsteres, resultando em um livro já publicado e em um livro de anais com mais de 800 páginas, material disponível online.


Confira abaixo os trabalhos completos do III EDEA – Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental.



IV EDEA





O IV EDEA ocorreu na cidade do Rio Grande/RS, entre os dias 25 e 28 de setembro de 2012. Pensando na acolhida de todos os participantes, que viriam de diversos lugares do país, procuramos criar espaços comuns fomentadores da reflexão e do diálogo sobre as suas práticas, como por exemplo: I Mostra Internacional de Humor sobre Educação Ambiental, Feira de Economia Solidária, Trilha dos Sentidos e CINEDEA.  Os Grupos de Trabalho (GTs) foram constituídos com o objetivo de viabilizar os encontros, as discussões e as análises das pesquisas em Educação Ambiental no Brasil e no mundo. Desse modo, procuramos agrupar os pesquisadores por tema de interesse para proporcionar um debate reflexivo e problematizador da Educação Ambiental nos seguintes GTs: 1) Fundamentos Filosóficos e Epistemológicos da Educação Ambiental; 2) Problemáticas Emergentes em Educação Ambiental; 3) Modelos de Desenvolvimento, Impactos Ambientais e Sociais e Educação Ambiental; 4) A constituição de educadores e educadoras ambientais e; 5) Movimentos Sociais e Educação Ambiental. 



Confira abaixo os trabalhos completos e resumos expandidos do V CPEASul – Colóquio de Pesquisadores em Educação Ambiental da Região Sul e IV EDEA – Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental.









V EDEA 




O V EDEA ocorreu nos dias 02 e 03 de dezembro de 2013, na cidade do Rio Grande/RS, com a temática: “A Educação Ambiental e os desafios da contemporaneidade”. 

Confira abaixo os trabalhos completos e resumos expandidos do V CPEASul – Colóquio de Pesquisadores em Educação Ambiental da Região Sul e IV EDEA – Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental.





VI EDEA 

O VI EDEA ocorreu de 24 a 26 de setembro de 2014, na cidade do Rio Grande/RS, com a temática: “Constituindo Educadores Ambientais".
 
Confira abaixo o ebook com os anais do VI EDEA - Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental.

Trabalhos apresentados no VI EDEA

Blog do VI EDEA

domingo, 7 de junho de 2015

Carta Pública da Rede Brasileira de Justiça Ambiental

A Rede Brasileira de Justiça Ambiental – RBJA, dedicada à defesa dos direitos humanos, à promoção da igualdade e da justiça ambiental, vem a público no Dia Mundial do Meio Ambiente, fazer um balanço do quadro institucional e político, denunciar o continuísmo e o retrocesso em questões que se configuram flagrantes injustiças ambientais, perscrutar horizontes e sugerir caminho



O momento impõe a todos e todas cavar trincheiras de resistência aos ataques aos direitos humanos, ao aprofundamento da desigualdade, à criminalização dos movimentos sociais, à espoliação dos territórios de inúmeros povos e comunidades, à busca sistemática de tornar desprezíveis ou invisíveis os que não se submetem às regras do jogo ditadas pelo poder.
Mas o momento também propicia – até porque as catástrofes econômicas, sociais, políticas e ambientais que se avolumam estão mostrando que “o rei está nu” – valorizar, aprofundar e apresentar à sociedade as práticas e ações que mostrem que o modelo de desenvolvimento que está em curso tem seus dias contados e que nosso futuro está se desenhando aqui e agora.
A RBJA renova seu compromisso de estar ao lado daqueles e daquelas que, nas cidades, nos campos e nas florestas, enfrentam a dura luta cotidiana para viver com justiça e dignidade. E se faz desejosa e aberta à constituição de uma ampla rede articulada e mobilizada em defesa da Vida.
Fonte: https://redejusticaambiental.wordpress.com/2015/06/05/carta-publica-da-rede-brasileira-de-justica-ambiental-dia-mundial-do-meio-ambiente-05-de-junho-de-2015/


terça-feira, 2 de junho de 2015

Semana do Meio Ambiente 2015


Aprender a amar, aprender a se amar,
 aprender a amar um ao outro e ao planeta! (IV CNIJMA, 2013).


O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho.

A data foi recomendada pela Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente, realizada em 1972, em Estocolmo, na Suécia.

Através do Decreto Federal 86.028, de 27 de maio de 1981, o governo brasileiro também estabeleceu que neste período em todo território nacional se promovesse a Semana Nacional do Meio Ambiente. 
A Semana Nacional do Meio Ambiente é realizada na primeira semana do mês de junho, quando se comemora o "Dia Mundial do Meio Ambiente".

Durante toda a primeira semana do mês de junho de 2015 a ONU Verde, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, com o slogan “Sete bilhões de sonhos. Um planeta. Consuma com moderação”. 

sexta-feira, 22 de maio de 2015

22 de maio - Dia Internacional da Biodiversidade


Origem do Dia Internacional da Biodiversidade

O Dia Internacional da Biodiversidade foi criado pelas Nações Unidas em 1992, no dia 22 de maio, ano da Eco-92. Nesse dia foi aprovado o texto final da Convenção da Diversidade Biológica (Convention on Biological Diversity). 

Acesse o texto da CDB emhttp://goo.gl/rz6WbP

Rua Verde de 1º a 3 de junho 2015 (Rio Grande/RS).


sexta-feira, 8 de maio de 2015

Nova data de defesa

Defesa de Tese Renel Prospère


“As mobilizações comunitárias locais como alavanca no reflorestamento do/no Haiti: 
uma proposta de Educação Ambiental”

Doutorando:
Renel Prospère

BANCA EXAMINADORA:
Prof. Dr. Alfredo Guillermo Martin Gentini (Orientador-PPGEA/FURG)
Prof. Dr. Humberto Calloni (PPGEA/FURG)
Prof. Dr. Francisco Quintanilha Veras Neto (PPGEA/FURG)
Prof. Dr. Geraldo Ceni Coelho (UFFS)
Profª. Drª. Renata de Melo Rosa (UNICEUB)
Prof. Dr. Eder Dion de Paula Costa (FURG)
DATA: 29 de Maio de 2015, às 14h
Sala 4110 Prédio 4 - FURG.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Postagem sobre Judith Cortesão no blog Caminhos da Memória

O blog Caminhos da Memória postou um breve relato do jornalista e escritor português Manuel António Pina, que além de suas atribuições foi alguém próximo da pesquisadora Judith Cortesão, a quem dedica o seu post.

Para conferir o texto, clique AQUI.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Pioneiras da Ciência no Brasil




O CNPq, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), lançou a quinta edição das Pioneiras da Ciência no Brasil, que traz nesta edição a querida Judith Cortesão.

Mais informações, AQUI.